claudinhobrasil.com

Música, Atitude, Cultura e Informação!

A vida e a morte!

Em 24/09/2010

Às vezes bate em mim uma dor
Que se confunde com prazer
É uma com-fusão que não sei bem ao certo!
Cada encontro dessa vida,
Cada gesto,
Cada abraço,
Obrigado!
Agora me resta viver,
Até quando eu não sei.
Que bom poder expressar aqui
O quanto vale cada momento,
O quanto vale cada lágrima,
O quanto vale cada gesto de amor!
Eu gostaria que você continuasse por aqui mais um pouco.
Mas já sei,
A vida me ensinou,
Que mais cedo ou mais tarde você vai partir!
E eu também!

Categoria: Vida

Ao perder a ti

Em 14/07/2010

Ao perder a ti, tu e eu perdemos
Eu porque tu eras o que eu mais amava
E tu, porque eu era o que te amava mais
Contudo, de nós dois, tu perdeste mais do que eu
Porque eu poderei amar outra como amava a ti
Mas ti não te amarão como te amava eu

Ernesto Gardenal

Categoria: Vida

Somos todos um!

Em 23/06/2010

“Porque a água é sagrada e o ar também
Nosso DNA é feito do mesmo DNA de uma árvore
A arvore inspira o que expiramos
Nós temos o mesmo destino
Somos todos da terra
E quando tudo isso é destruído
Cria uma reação
O mundo se tornou um mercado
Recursos naturais ou nossa família?
Respeito é preciso!
E se chegar da gente se destruir
E destruir a vida e finalmente deixarmos a terra
Não será o fim do mundo,
Será o nosso fim!”

Nao deixe de ver o vídeo abaixo!

Categoria: Atitude Informaçao Vida

O essencial é invisível aos olhos!

Em 22/04/2010

“Eis o meu segredo: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.” (Antoine de Saint-Exupéry)

Acabei de ver o filme “Pequeno Príncipe”. Ainda estou emocionado!
Claro que já tinha lido e relido essa obra de arte, mas o filme conseguiu me fazer reviver e chorar.
Quanta sensibilidade contida nesse ser Exupéry que cativou tantos e tantos seres!
Que bom que não me envergonho de me emocionar, que não me envergonho de chorar. Como é bom viver! Afinal, o essencial não se vê com os olhos, certo? Exato! O essencial se sente com o coração, e quem me conhece sabe que eu sempre digo e repito isso!
Que delícia estar conectado com toda essa essência da vida, que delícia não deixar a vida tirar isso tudo de dentro de mim. Eu não deixei o tempo me cegar.
Me cative! Me cative que estarei ansioso desde as 3, se você vier as 4. Me cative por que na verdade se você me cativar, viverei ansioso pra te ver. E se me cativar mais e mais vou querer passar a vida toda ao seu lado.
Como é bom, como é bom, obrigado meu deus por cada gota de amor que inunda todo o meu ser nesse momento!
Obrigado você que já me cativou e obrigado você que ainda vai me cativar.
A vida também me cativou!
E o grande desafio é compreender o adeus, porque tudo é efêmero.
Só o amor fica!
E que assim seja!

Categoria: Vida

Obrigado!

Em 17/04/2010

Quando chega a noite
Ou será de manha?
Sinto a quietude da estatueta de Buda
Que medita ao meu lado.
Toda essa paz toma conta de mim.
A quem devo tanta gratidão?
É tão bom viver aqui dentro de mim!
Nessa hora tudo faz pleno sentido.
O dia é tão corrido.
E agora é tudo tão bom e lento.
Corro atrás do que amo
Corro atrás de quem sou
Me canso,
Mas é aquele cansaço que vale a pena, sabe?
O cansaço grato!
Sensação de liberdade suprema.
Será o fim? O inicio? O meio?
Então me deito, olho pro teto
E agradeço por ele me cobrir.
Como tem gente que pensa que deus não existe?
Meu deus, como?
É só olhar pra si e verás!
Verás o outro você: ele!
Obrigado também pelo alimento
Que vira eu no fim!
E obrigado também pelo fim meu deus,
Obrigado!



Categoria: Vida

Rumo a felicidade!

Em 23/03/2010

Todo mundo quer ser feliz e eu acredito que todos nós, de alguma maneira, sabemos o caminho da nossa felicidade, sabemos pra que lados devemos seguir. Mas o difícil dessa vida, nesse planeta, nesse corpo, é aceitar nossas limitações. Por mais que a gente saiba o caminho a seguir arranjamos um jeito de não segui-lo! Por que na maioria das vezes não seguimos nossa voz interior. Será medo? Ou será que acabamos preferindo pelo caminho mais perto, pelo caminho mais fácil?
Por que nessa hora não lembramos que nossos sonhos estão mais distantes? Não é difícil entender isso: se os nossos sonhos tivessem perto não seriam sonhos! E é claro que para conquistá-los precisamos seguir longa estrada, longa caminhada e depois sim desfrutar da conquista.
Mas não, queremos logo desfrutar, então preferimos o caminho mais perto, o dinheiro mais perto, a travessia mais perto, o emprego mais perto.
Sim, isso tudo gera certo alívio: dinheiro na mão, emprego na mão, o caminho traçado.
Mas te pergunto: onde realmente mora nossa verdadeira felicidade?
Tem gente que opta ser frustrado com dinheiro no bolso! Isso é louco, mas muito comum! Eu garanto e já disse isso outras vezes: dinheiro não trás a felicidade que mora dentro da realização pessoal e profissional, o dinheiro trás uma serie de benefícios sim, mas tem felicidade que ele não compra, falo isso com sobriedade e clareza.
Eu não desisto jamais dos meus sonhos, vou até o fim, até a morte!
Passo o que tiver que passar, viajo pra onde tiver que ir, durmo onde for, fico sem comer, mas não desisto do meu sonho! Por que na jornada rumo ao sonho eu já me sinto feliz! Precisamos reconhecer o caminho, valorizar o meio e não só o fim.
Então por mais difícil que seja a trajetória eu já estou feliz, por que sei que estou no caminho, e nada melhor que saber o nosso caminho.
E nem vem me dizer que você não sabe o seu. Eu sei que você sabe.
Feche os olhos, de ouvidos pra sua voz interior, ela já te disse outras vezes, você que não quis ouvir!
Abraço de paz e que todos os seres sejam felizes!

Categoria: Atitude Informaçao Vida

Agora, toda semana preparo um programa pra você!

Em 22/02/2010

Olá a todos! A partir desse domingo que passou teremos aqui no blog um programa semanal! To bem animado e fiquei muito satisfeito com o primeiro resultado (vídeo abaixo)!
A idéia é fazer como um programa de televisão! Vou apresentar as idéias gerais e depois seguem as matérias.
O foco é sempre o mesmo: música, cultura, informação e atitude! Vou sempre falar de coisas positivas: boa música, novas tecnologias, ecologia, arte, consciência, meditação, enfim, só coisas bacanas pra fazer nossa vida mais saudável, mais alegre, pra gente viver melhor, em paz!
Reserve apenas 10 minutinhos da sua semana e curta o programa!
Deixe seu comentário, mande suas idéias para o próximo programa! Vou adorar recebe-las!
Um abraço de paz!

É preciso paciência para amar.

Em 22/01/2010

O que eu faço com a quantidade de amor que tem dentro de mim?
Lembrei agora daquela canção do Djavan:
“Mesmo se eu bebesse o mar não encheria o que eu tenho de fundo”.
É assim que me sinto e não tenho vergonha de dizer, sabe porque?
Por que ninguém nesse mundo deve ter vergonha de ser honesto, ninguém!
E só podemos ser honestos se já sabemos quem somos.
Lembrei de outro verso:
“Demoramos a vida toda para nos tornarmos jovens” (não encontrei o autor – ainda).
Quantos pensadores, quantos seres sensíveis, quanto amor tem nesse mundo.
Mas Renato Russo tinha razão: “Mudaram as estações, nada mudou”.
Hoje aprendi que ter paciência talvez seja o mais importante da vida.
É preciso paciência para amar.
Hoje, só eu sei todo amor que tenho para dar.

* Inspirado pelo agora. Nesse momento estou no meio da Mata Atlântica, numa fazenda em Itacaré / BA, ouvindo Jason Mras e outros pássaros e grilos que não param de cantar. Ainda sinto a brisa do mar. Um gato de poucos meses está no meu colo e tem uma vela de citronela acessa na minha esquerda para tentar espantar (e não matar) os mosquitos. Chove a paz.

Categoria: Atitude Vida

Siga-me com: